Indicadores de Liquidez e o Fluxo de Caixa Operacional: Um Estudo nas Empresas Brasileiras de Capital Aberto

Autores

  • Ercilio Zanolla UFG
  • Ivan Ricardo Gartner UnB
  • César Augusto Tibúrcio Silva Universidade de Brasília (UnB)
  • Paulo Roberto Scalco UFG

Resumo

Esta pesquisa teve o objetivo de estudar a relação da liquidez mensurada pelo capital circulante líquido (CCL) e pela necessidade de capital de giro (NCG), com o fluxo de caixa operacional (FCO). A liquidez, historicamente, é determinada pela liquidez corrente (LC) que, também, pode ser mensurada pela diferença entre o ativo circulante (AC) e passivo circulante (PC), definida como CCL. Ao final da década de 1970, Fleuriet, criou um modelo de avaliação de liquidez, similar ao CCL, que sugere a reclassificação do AC e PC em financeiro e operacional para extrair o valor da NCG determinado pela diferença entre os investimentos e financiamentos operacionais de curto prazo. No entanto, o FCO como resultado de entradas e saídas de recursos operacionais, a priori, evidencia melhor a liquidez. A pesquisa foi realizada em 166 empresas brasileiras de capital aberto no período de 2008 ao segundo trimestre de 2012. Para tratamento e análise dos dados, utilizou-se o modelo de dados em painel de efeitos fixos. Os resultados indicam que a métrica de liquidez NCG não é significante para explicar o FCO; o CCL; embora estatisticamente significante, apresenta pequena contribuição adicional no coeficiente de determinação ajustado, R2. Assim, pode-se inferir que os achados da pesquisa confirmam a teoria e expõem que a liquidez mensurada pelo CCL e a NCG não representa fidedignamente os ativos realizados em caixa a exemplo dos mensurados pelo FCO que efetivamente representa as entradas e saídas de recursos operacionais. Esta constatação confirmada nas evidências empíricas da variável que representa a variação de ativos e passivos operacionais (vap). Assim, o estudo remete há discussões e mudanças na estrutura conceitual e de mensuração do CCL e NCG.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

César Augusto Tibúrcio Silva, Universidade de Brasília (UnB)

UnB

Downloads

Publicado

2014-09-30

Como Citar

Zanolla, E., Gartner, I. R., Tibúrcio Silva, C. A., & Scalco, P. R. (2014). Indicadores de Liquidez e o Fluxo de Caixa Operacional: Um Estudo nas Empresas Brasileiras de Capital Aberto. Journal of Accounting, Management and Governance, 17(2). Recuperado de https://revistacgg.org/contabil/article/view/741

Edição

Seção

Articles