Dimensões das Capacidades Organizacionais: evidências de PMEs Exportadoras Mineiras

Autores

  • Juciara Nunes de Alcântara Universidade Federal de Lavras
  • Cristina Lelis Leal Calegario Universidade Federal de Lavras
  • Karim Marini Thomé Universidade de Brasília

Resumo

Este trabalho teve como objetivo mensurar e categorizar as PMEs mineiras quanto à sua capacidade organizacional, subdividida em três dimensões: produtiva, inovativa e gerencial. A amostra foi constituída por 45 PMEs mineiras. A natureza do estudo é quantitativa e os dados foram coletados por meio de um questionário semi-estruturado. As técnicas utilizadas para atender aos objetivos foram a análise dos componentes principais visando identificar os indicadores de maior peso sobre as dimensões analisadas e a média ponderada para categorizar as empresas quanto às capacidades. Os resultados demonstraram dentre as dimensões da capacidade organizacional, maior peso na dimensão gerencial, seguida da dimensão inovativa e por último da dimensão produtiva. Os resultados indicam que o gestor, por ser responsável pela tomada de decisão e pela elaboração de estratégias, é o fator de maior peso na obtenção de vantagem competitiva da empresa, seguido pela capacidade de aprendizagem da empresa. A gestão, adequação e agilidade da produção, no entanto, não se configuram como elementos essenciais e principais para a vantagem competitiva. Os resultados contribuem para o entendimento da heterogeneidade das competências organizacionais de pequenas empresas exportadoras de Minas, e para a consolidação dos estudos em capacidades organizacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2014-09-30

Como Citar

Alcântara, J. N. de, Calegario, C. L. L., & Thomé, K. M. (2014). Dimensões das Capacidades Organizacionais: evidências de PMEs Exportadoras Mineiras. Journal of Accounting, Management and Governance, 17(2). Recuperado de https://revistacgg.org/contabil/article/view/489

Edição

Seção

Articles