Proposta de um Modelo para Avaliar o Grau de Transparência das Demonstrações Financeiras Publicadas por uma Instituição Pública de Ensino Superior Brasileira: a abordagem da Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista

Autores

  • Maurício Vasconcellos Leão Lyrio INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA GRANDE FLORIANÓPOLIS --- IES/GF
  • Vera Brotti Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC
  • Sandra Rolim Ensslin Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
  • Leonardo Ensslin Universidade Federal de Santa Catarina

Resumo

O presente trabalho explora a interface entre dois campos disciplinares – Contabilidade Pública e Contabilidade Financeira – ao tratar da questão da transparência das Demonstrações Financeiras (DFs) publicadas por uma Instituição Pública de Ensino Superior (IPES) brasileira, por meio da construção de um modelo para avaliar o grau de transparência das informações nas DFs publicadas por esta instituição. O constructo teórico adotado neste trabalho diz respeito às questões associadas às Demonstrações Financeiras Públicas (DFPs) e às premissas do instrumento teórico-metodológico de intervenção selecionado – Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista. Para a construção do modelo, foram utilizados os seguintes procedimentos: pesquisa documental (análise das DFs publicadas) e entrevistas não-estruturadas (com contadores e professores de um programa de pós-graduação em Contabilidade da região Sul do Brasil). Como resultados deste estudo de caráter exploratório-empírico destaca-se que: (i) foi possível identificar os dez critérios segundo os quais a transparência seria avaliada (Apresentação: meios e nitidez; Defasagem; Divulgação; Comparabilidade: Períodos e Detalhamento; Entendimento do Usuário: notas explicativas, demonstrações auxiliares e gráficos; Desdobramentos); (ii) ficou evidenciado, por meio da construção dos descritores e das escalas cardinais, o que esses critérios iriam considerar e como seriam avaliados; (iii) foi demonstrado que as DFs publicadas apresentam um grau muito baixo de transparência (-72 pontos); (iv) a partir de (iii) foi possível propor duas ações de melhoria naqueles critérios que comprometem o resultado da avaliação, o que veio demonstrar o potencial do modelo para garantir o grau de transparência almejado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maurício Vasconcellos Leão Lyrio, INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA GRANDE FLORIANÓPOLIS --- IES/GF

Possui Graduação em Administração pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais PUC/MG (2002), Especialização em Gestão Estratégica de Negócios pela Fundação Universidade Regional de Blumenau FURB (2005) e Mestrado em Contabilidade pela Universidade Federal de Santa Catarina - PPGC/UFSC (2008). Atualmente é coordenador e professor do curso de administração do Instituto de Ensino Superior da Grande Florianópolis (IES/GF) e da Faculdade de Santa Catarina (FASC), colaborador do Laboratório Multicritério de Apoio a Decisão - Construtivista (LabMCDA/EPS/UFSC) e avaliador do Prêmio Professor Eliseu Martins (FUCAPE Business School). Atua principalmente nas seguintes áreas: Avaliação de Desempenho Organizacional; Administração Estratégica; Administração Financeira; Administração Pública

Vera Brotti, Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC

possui graduação em Ciências Contábeis pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (1994). Atualmente é contadora - técnica de assuntos universitários da Universidade do Estado de Santa Catarina atuando como coordenadora de apoio de liquidação e pagamento. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Ciências Contábeis

Sandra Rolim Ensslin, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC

Possui graduação em Ciência Contábeis pela Universidade Católica de Pelotas (1991), mestrado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995) e doutorado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina (2002). Atualmente é Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Contabilidade (PPGC/UFSC) e professora adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina. Tem experiência na área de Contabilidade e Engenharia de Produção, com ênfase em Ativos Intangíveis e Modelos Multicritérios (apoio á decisão), atuando principalmente nos seguintes temas: metodologia multicritério de apoio à decisão (MCDA-C), apoio à decisão, avaliação de desempenho organizacional, capital intelectual, ativos intangíveis e pesquisa em contabilidade

Leonardo Ensslin, Universidade Federal de Santa Catarina

Concluiu o doutorado em Engenharia Industrial e Sistemas - University of Southern California em 1974. Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina. Publicou 15 artigos em periódicos especializados e 169 trabalhos em anais de eventos. Possui 12 capítulos de livros e 8 livros publicados. Participou do desenvolvimento de 34 produtos tecnológicos. Orientou 60 dissertações de mestrado e 11 teses de doutorado e co-orientou 2 teses de doutorado nas áreas de Engenharia de Produção e Administração. Recebeu 6 prêmios e/ou homenagens. Atualmente coordena 6 projetos de pesquisa. Atua na área de Engenharia de Produção, com ênfase em Pesquisa Operacional. Em suas atividades profissionais interagiu com 130 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos.

Downloads

Publicado

2009-03-03

Como Citar

Lyrio, M. V. L., Brotti, V., Ensslin, S. R., & Ensslin, L. (2009). Proposta de um Modelo para Avaliar o Grau de Transparência das Demonstrações Financeiras Publicadas por uma Instituição Pública de Ensino Superior Brasileira: a abordagem da Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista. Journal of Accounting, Management and Governance, 11(1-2). Recuperado de https://revistacgg.org/contabil/article/view/46

Edição

Seção

Articles