Relevância dos Ativos Intangíveis Reconhecidos em uma Combinação de Negócios

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51341/1984-3925_2021v24n2a2

Palavras-chave:

Combinação de negócio, Ativo intangível, Value relevance.

Resumo

Objetivo: verificar a relevância dos ativos intangíveis reconhecidos em uma combinação de negócios das companhias de capital aberto brasileiras.

Método: A amostra composta por 165 empresas, abrangendo 962 observações, foi analisada no período de 2010 a 2017 por meio de cinco regressões de dados em painel com base no modelo de Ohlson (1995; 2005) para testar as quatro hipóteses formuladas.

Originalidade/Relevância: Estudos sobre value relevance analisaram sobre o goodwill, mas há campos ainda não preenchidos, de modo que o estudo preenche a lacuna sobre a relevância dos intangíveis reconhecidos em uma combinação negócios para o mercado acionário, explorando outras naturezas dos intangíveis reconhecidos em combinação de negócios, além do goodwill. Além disso, em 2015 a IFRS 3 entrou em discussão, tornando a visão do mercado acionário e a aplicação da norma foco da pesquisa contábil.

Resultados: Os resultados apontaram que o goodwill representa de 23 a 30% do ativo intangível registrado no Balanço Patrimonial, enquanto os intangíveis identificados em torno de 5,6%. Quanto à relevância observou-se que tanto o valor dos ativos intangível reconhecido, como quando segregado em goodwill e ativo intangível identificado, se mostraram significativos e positivamente relacionados com o valor de mercado. Com relação à natureza dos intangíveis reconhecidos em combinação de negócios, alguns se mostraram relacionados ao valor de mercado.

Contribuições teóricas/metodológicas: A pesquisa adiciona a literatura de value relevance sobre combinação de negócios permitindo compreender que são relevantes para o mercado acionário, de modo que contribuem para o valor de mercado das companhias brasileiras.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Aguiar, V.(2019). Vale ON chega a cair quase 20% na B3. São Paulo, Valor Econômico. Retrieved Recuperado em 28 de janeiro de 2019, de https://valor.globo.com/financas/noticia/2019/01/28/vale-on-chega-a-cair-mais-de-20-na-b3.ghtml

Ball, R., & Brown, P.(1968). An Empirical Evaluation of Accounting Income Numbers. Journal of Accounting Research, 6(2),159-178.

Barth, M.E., Beaver, W.H., & Landsman, W.R. (2001). The relevance of the value relevance literature for financial accounting standard setting: another view. Journal of Accounting and Economics, 31(1-3),77-104. doi:https://doi.org/10.1016/S0165-4101(01)00019-2

Baker, C.R., Biondi, Y., & Zhang, Q.(2010). Disharmony in international accounting standards setting: The Chinese approach to accounting for business combinations. Critical Perspectives on Accounting, 21(2),107-117. doi:https://doi.org/10.1016/j.cpa.2009.11.004

Beaver, W.(1968). The Information Content of Annual Earnings Announcements. Journal of Accounting Research,6,67-92.

Benston, G.(1967). Published Corporate Accounting Data and Stock Prices. Journal of Accounting Research, 5,1-14.

Carlos Filho, F., Silva Filho, L., Lagioia, U., Silva, I.,& Araújo, J.(2013). A adoção das normas internacionais de contabilidade ocasionou um maior reconhecimento dos ativos intangíveis no Brasil? Revista Catarinense da Ciência Contábil, 12(37),51-63. doi:http://dx.doi.org/10.16930/2237-7662/rccc.v12n37p51-63

Chauvin, K.W.,& Hirschey, M.(1994). Goodwill, profitability, and the market value of the firm. Journal of Accounting and Public Policy, 13(2),159-180. doi:https://doi.org/10.1016/0278-4254(94)90018-3

Comitê de Pronunciamentos Contábeis (2010). Pronunciamento Técnico CPC 01 R1, de 06 de agosto de 2010. Redução ao Valor Recuperável de Ativos.

______(2010). Pronunciamento Técnico CPC 04 R1, de 05 de novembro de 2010. Ativo Intangível.

______(2011). Pronunciamento Técnico CPC 15 R1, de 03 de junho de 2011. Combinação de Negócios.

______(2019). Pronunciamento Técnico CPC 00 R2, de 01 de novembro de 2019. Estrutura Conceitual para Elaboração e Divulgação de Relatório Contábil – Financeiro

Durão, M., Ciarelli, M., & Guimarães, F.(2015). Vale conduz perdas do Ibovespa após desastre da Samarco em Minas. São Paulo, O Estado de S. Paulo. Recuperado em 20 abril, 2018, de https://economia.estadao.com.br/noticias/mercados,vale-conduz-perdas-do-ibovespa-apos-desastre-da-samarco-em-minas,1792064

Eloy, J.C.C., & de Souza, M.M.(2018). Reconhecimento dos ativos intangíveis nas combinações de negócios: uma análise nas características das companhias de capital aberto brasileiras no período entre 2012 e 2014. Revista de Contabilidade da UFBA, 12(1),116-136.

Fama, E. (1970). Efficient Capital Markets: A Review of Theory and Empirical Work. The Journal of Finance, 25(2),383-417.

Galdi, F.C., & Gonçalves, A.M.(2018). Pessimismo e incerteza das notícias e o comportamento dos investidores no Brasil. Revista de Administração de Empresas, 58(2),130-148. doi:https://doi.org/10.1590/s0034-759020180203

García-Ayuso, M.(2003). Factors explaining the inefficient valuation of intangibles. Accounting, Auditing & Accountability Journal, 16(1),57-69. doi:http://dx.doi.org/10.1108/09513570310464282

Gavras, D., Oliveira, E., Dyniewicz, L., & Cavalcanti, S.(2018). Condenação de Lula faz Bolsa atingir 83,6 mil pontos e dólar cair a R$ 3,17. São Paulo, O Estado de S. Paulo. Recuperado em 20 abril, 2018, de https://economia.estadao.com.br/noticias/geral,bolsa-abre-em-alta-com-mercado-otimista-sobre-a-condenacao-de-lula,70002163269

Ghahramanizady, M., & Behname, M.(2013). Intangible assets value relevance; metals‎ industry of tehran stock exchange case study. Tech J Engin & App Sci., 3(21),2759-2765.

Hadi, A S.(1992) Identifying multiple outliers in multivariate data. Journal of the Royal Statistical Society. Series B (Methodological), 761-771.doi:https://doi.org/10.1111/j.2517-6161.1992.tb01449.x

Hajj, Z.S., & Lisboa, L.P.(2001). Business combinations e consolidação das demonstrações contábeis: uma abordagem comparativa entre os pronunciamentos e normas dos US-GAAP, IASC e Brasil. Revista Contabilidade & Finanças, 12(27),33-58. doi: http://dx.doi.org/10.1590/S1519-70772001000300003

Hamberg, M., & Beisland, L.A.(2014). Changes in the value relevance of goodwill accounting following the adoption of IFRS 3, Journal of the Chinese Institute of Chemical Engineers (2014), doi: http://dx.doi.org/10.1016/j.intaccaudtax.2014.07.002

Henning, S., Lewis, B., & Shaw, W.(2000). Valuation of the Components of Purchased Goodwill. Journal of Accounting Research, 38(2),375-386.

Herculano, H.A., & Piccoli, M.R.(2016). Reconhecimento de ativos intangíveis: uma análise sobre o value relevance no Brasil. Revista Mineira de Contabilidade, 17(1),62-72.

Jennings, R., Robinson, J., Thompson, R.B., & Duvall, L.(1996). The relation between accounting goodwill numbers and equity values. Journal of Business Finance & Accounting, 23(4),513-533. doi:https://doi.org/10.1111/j.1468-5957.1996.tb01024.x

Kimouche, B., & Rouabhi, A.(2016). The impact of intangibles on the value relevance of accounting information: Evidence from French companies. Intangible Capital, 12(2), 506-529. doi:http://dx.doi.org/10.3926/ic.653

King, Z., Linsmeier, T., & Wangerin, D.(2019). Differences in the Value Relevance of Identifiable Intangible Assets Acquired in Business Combinations. Available at SSRN. doi:http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.3438250

Lhaopadchan, S.(2010). Fair value accounting and intangible assets: goodwill impairment and managerial choice. Journal of Financial Regulation and Compliance, 18(2),120-130. doi:https://doi.org/10.1108/13581981011033989

Lopes, A.B., & Iudícibus, S.D.(2004). Teoria avançada da contabilidade. São Paulo: Atlas.

Macedo, M.A.S., Machado, M.A.V., Murcia, F.D.R., & Machado, M.R.(2011). Análise do impacto da substituição da DOAR pela DFC: um estudo sob a perspectiva do value-relevance. Revista Contabilidade & Finanças, 22(57),299-318. doi:https://doi.org/10.1590/S1519-70772011000300005

Melo, A., Cleto, P., & Ryngelblum, I.(2019). Natura anuncia acordo para compra do controle da Avon. São Paulo, Valor Econômico. Recuperado em 15 abril, 2020, de https://valor.globo.com/empresas/noticia/2019/05/22/natura-anuncia-acordo-para-compra-do-controle-da-avon.ghtml

Ohlson, J.A.(1995). Earnings, book values, and dividends in equity valuation. Contemporary Accounting Research, 11(2),661-687. doi:https://doi.org/10.1111/j.1911-3846.1995.tb00461.x

Ohlson, J.A.(2005). On accounting-based valuation formulae. Review of Accounting Studies,10(2-3),323-347.

Oliveira, J.J.(2018). Locamerica e Unidas concluem combinação de negócios. São Paulo, Valor Econômico. Recuperado em 20 abril, 2018, de https://valor.globo.com/empresas/noticia/2018/03/12/locamerica-e-unidas-concluem-combinacao-de-negocios.ghtml

Rezende, C.V., Almeida, N.S., & Lemes, S.(2015). Impacto das IFRS na assimetria de informação evidenciada no mercado de capitais brasileiro. Revista de Contabilidade e Organizações, 9(24),18-30. doi:http://dx.doi.org/10.11606/rco.v9i24.55524

Shah, S.Z.A., Liang, S., & Akbar, S.(2013). International Financial Reporting Standards and the value relevance of R&D expenditures: Pre and post IFRS analysis. International Review of Financial Analysis, 30,158-169. doi:http://dx.doi.org/10.1016/j.irfa.2013.08.001

Silva, C.A.T., Carvalho, C.C., & Nunes, D.M.S.(2012). O que move o preço da ação? Uma abordagem sobre a influência das notícias no mercado acionário. Reunir: Revista de Administração, Contabilidade e Sustentabilidade, 2(3),1-13.

Souza, M.M., & Borba, J.A.(2017). Value relevance do nível de disclosure das combinações de negócios e do goodwill reconhecido nas companhias de capital aberto brasileiras. Revista Contabilidade & Finanças - USP, 28(73),77-92. doi:10.1590/1808-057x201703240

Souza, M.M., Rover, S., & Borba, J.A.(2016). Determinantes do nível de disclosure das combinações de negócios realizadas pelas empresas brasileiras de capital aberto. RACE: Revista de Administração, Contabilidade e Economia, 15(3),945-968. doi: http://dx.doi.org/10.18593/race.v15i3.7429

Su, W.H., & Wells, P.(2015). The association of identifiable intangible assets acquired and recognised in business acquisitions with postacquisition firm performance. Accounting & Finance, 55(4),1171-1199. doi:https://doi.org/10.1111/acfi.12086

Sutto, G.(2017). Bolsa despenca com caos na política; é hora de comprar ou vender ações?. São Paulo, Infomoney. Recuperado em 20 abril, 2018, de http://www.infomoney.com.br/onde-investir/acoes/noticia/6497823/bolsa-despenca-com-caos-politica-hora-comprar-vender-acoes

Tunyi, A.A., Ehalaiye, D., Gyapong, E., & Ntim, C.(2019). The value of discretion in Africa: Evidence from acquired intangible assets under IFRS 3. International Journal of Accounting. doi:http://dx.doi.org/10.2139/ssrn.3512587

Victor, M., Tinta, A., Elena, A.D.A., & Ionel, V.C.(2012). The accounting treatment of goodwill as stipulated by IFRS 3. Procedia-Social and Behavioral Sciences, 62,1120-1126. doi:10.1016/j.sbspro.2012.09.192

Publicado

2021-08-31

Como Citar

Pacheco, J., & Rover, S. (2021). Relevância dos Ativos Intangíveis Reconhecidos em uma Combinação de Negócios. Journal of Accounting, Management and Governance, 24(2), 167–184. https://doi.org/10.51341/1984-3925_2021v24n2a2

Edição

Seção

Artigo científico (Seção de Gestão e Contabilidade de Empresas Privadas & do Terceiro Setor)