Uma Análise Crítico-Epistemológica da Produção Científica em Contabilidade no Brasil

Carlos Renato Theóphilo, Sérgio Iudícibus

Abstract


Embora ainda em pequeno número, os estudos que focam a
produção científica em Contabilidade no Brasil têm sido mais freqüentes nos últimos anos. Os trabalhos encontrados são, em regra, orientados pela bibliometria, que consiste na avaliação quantitativa de artigos, relatórios científicos etc. Dentro dessa perspectiva, destacam-se o trabalho pioneiro realizado por Riccio et. al. (1999) e os estudos desenvolvidos por Frezatti e Borba (2000); Oliveira (2001); Mendonça Neto et. al. (2004) e Cardoso et. al. (2004). No âmbito internacional, ressaltam-se os estudos bibliométricos de Bricker (1989); Chung et. al. (1992); Zeff (1996) e Shields (1997). O presente estudo foca a produção científica em Contabilidade no Brasil sob uma ótica ainda menos explorada: a da Epistemologia. Um primeiro trabalho nesse sentido foi realizado por Theóphilo (2000). Estudos dessa natureza são encontrados em outras áreas do conhecimento – como o de Gamboa (1987), voltado à análise da produção científica em Educação; e o de Martins (1994), da área de
Administração – estudos aqui utilizados como referencial epistemológico. Em nível internacional, dentre os estudos com ênfase mais próxima da epistemológica, ressaltam-se os realizados por Keating (1995); Feliu e Palanca (2000); Baxter e Chua (2003).

Refbacks

  • There are currently no refbacks.


e-ISSN: 1984-3925

Licença Creative Commons
The JAMG adopts the Creative Commons license CC-BY-NC ND Creative Commons Attribution 4.0 

Indexing and Abstracting:

Logotipo SPELLLogotipo LATINDEX Logotipo OPENAIRE Logotipo DOAJLogotipo Cengage Logotipo EBSCOLogotipo REDIB Logotipo ESCI